Manual da Vida na Austrália

Como alugar um imóvel na Austrália

Alugar um imóvel na Austrália parece complicado? Confira todas as dicas para simplificar essa etapa da sua vida na Austrália.

Já conseguiu o seu emprego e agora não vê a hora de ter o seu próprio cantinho? Tá na hora de procurar o seu novo lar. Me lembro da alegria que sentimos quando pegamos nosso primeiro quartinho!

Nós começamos alugando um quarto porque foi a opção mais fácil e barata pra gente assim que chegamos na Austrália. Não foi fácil, principalmente porque já tínhamos a nossa própria casa no Brasil e dividir casa com outras pessoas de outras nacionalidades e culturas foi um desafio grande. Mas no fim foi muito legal pois, mesmo com todo esse desafio, nós curtimos bastante essa época e foi um aprendizado muito importante para nós.

Depois partimos para nosso primeiro “kitnet” todo mobiliado e só depois de quase um ano alugamos uma “unit”, nossa casinha tão desejada. Foi aí que mobiliamos do nosso jeito, com a nossa cara e nosso gosto. Foi uma conquista muito esperada, mas que não teria sido tão legal se a gente não tivesse vivido os aprendizados das outras fases antes dessa.

Se o preço for o diferencial e você não se importar em dividir a casa com outras pessoas, alugar um quarto pode ser uma ótima solução para você. É muito mais fácil do que alugar o próprio imóvel e de quebra dá pra economizar uma boa grana.

Como procurar quarto para alugar?

Como você já vai estar aqui na Austrália, você acaba conhecendo várias pessoas seja na escola, no trabalho ou nos grupos de facebook. É assim que você vai começar a fazer os primeiros contatos para arrumar um quarto para alugar. Sempre tem alguém anunciando e oferecendo vagas em quartos nas suas casas. As opções variam de quarto e banheiro compartilhado com outras pessoas (o mais barato), até quarto e banheiro privativos (o mais caro).

Você pode procurar também através de sites como:

  • GUMTREE: É o maior site de compra, venda, troca e afins aqui da Austrália. Além de tudo isso que você encontra por lá, ainda consegue encontrar quartos para alugar também. É só procurar por “Shared Room” ou “Room in shared house” na cidade onde você estiver morando.
  • Flatmates: Foi através desse site que encontramos o nosso quarto compartilhado. As pessoas que tem casa com um quarto sobrando e desejam alugar, fazem um cadastro nesse site e você consegue buscar as opções por região gratuitamente. Você também pode fazer o seu cadastro e deixar o anfitrião te encontrar e te oferecer um quarto na casa dele. Funciona muito bem e pode ser uma solução rápida pra você encontrar o seu quartinho.

Alugando o seu próprio imóvel

É natural que na medida em que você for se estabilizando na Austrália você queira morar em um lugar só pra você, principalmente se você estiver em casal. É sem dúvidas a opção mais cara e o ideal é que você já esteja bem estabilizado em termos de emprego e grana, pois alugar seu próprio imóvel aqui vai te gerar muitos custos.

O aluguel na Austrália funciona um pouco diferente do Brasil. Você precisa fazer uma “inspection” ou seja, uma visita ao imóvel para verificar as condições dele pessoalmente. Se você gostou do imóvel precisa fazer uma aplicação, reunir diversos documentos e aguardar ser aprovado pelo dono do imóvel.

Pra começar, existem vários sites de busca para você procurar esses imóveis. São todos divididos por localização e faixa de preço. Os principais são:

Esses sites reúnem as principais imobiliárias da Austrália e uma grande quantidade de imóveis por aqui. 

  • Documentos necessários para alugar um imóvel na Austrália

A maioria das imobiliárias exige que você faça uma aplicação para o imóvel que você visitou, gostou e escolheu. Cada uma delas possui um formulário próprio para preenchimento com seus dados principais e outras informações sobre você. Junto com esse formulário você precisa apresentar alguns documentos:

  • Payslips (o nome dado ao holerite Australiano): Dependendo do caso não é obrigatório, mas caso você esteja trabalhando a sua aplicação ficará muito mais fácil de ser aprovada. Você precisa apresentar os últimos que recebeu do empregador (o que não é muito difícil por aqui já que você vai receber um payslip por semana). Caso você trabalhe por ABN, apresente os recibos que você vai receber também. 
  • Extrato Bancário Australiano: A imobiliária poderá solicitar caso você não tenha arrumado um trabalho ainda. 
  • Documento de identificação: Passaporte, cartão do banco, carteira de identidade Australiana, cartão do Medicare (se for o caso)… tudo isso é válido para confirmar sua identificação. 
  • Cópia do seu visto: Não é sempre mas normalmente as imobiliárias exigem a cópia do seu visto temporário para ter certeza do seu tempo de permanência.
  • Referências: Referências sempre são muito bem vindas por aqui. Pode ser algum amigo que more aqui há algum tempo, pode ser a escola onde você está estudando, pode ser o dono da casa onde você está hospedado, pode ser seu chefe do trabalho… quanto mais referências melhor. Os Australianos têm o hábito de ligar pras referências seja pra locar uma casa ou até mesmo contratar um funcionário, por isso é bem importante que você tenha essas referências. 
  • Como funciona o aluguel na Austrália

Sentimos uma diferença absurda do sistema de aluguel da Austrália X Brasil. Pra começar, o atendimento nas imobiliárias aqui é bem diferente do atendimento que conhecemos no Brasil. A impressão que temos é de que eles não precisam de você, você é quem precisa deles. Isso faz uma diferença grande no jeito que você será atendido por aqui. 

Outra grande diferença é que não existe fiador e nem seguro fiança como no Brasil. Aqui, basta sua aplicação ser aprovada pelo dono da casa e você pagar o chamado “Bond”. O Bond é um depósito de garantia que fica retido durante todo o período do seu aluguel. Esse valor geralmente corresponde a 4 ou 6 semanas de aluguel (dependendo do Estado) e garante que o imóvel será devolvido no final do seu período de locação, do mesmo jeito que você o pegou no início. Caso a imobiliária detecte algum problema, o valor referente ao reparo será descontado desse bond e você só recebe a diferença

Assim que você receber a casa, você precisa preencher um relatório de como ela estava. Essa parte é bem importante pois você precisa informar neste relatório todo o tipo de problema ou detalhe que você encontrou no imóvel ao pegar as chaves. Isso vai ficar registrado e evita que você seja responsabilizado por algum problema causado pelo inquilino anterior por exemplo. 

Durante todo o período a imobiliária irá fazer uma série de “inspections” ou visitas ao imóvel para verificar como você está cuidando dele, se tudo está em ordem e se você precisa de alguma coisa. A manutenção do imóvel é de responsabilidade do dono. Caso alguma coisa pare de funcionar e não seja a sua culpa, ele precisa consertar ou reparar o mais rápido possível.

No fim do seu contrato de locação, você precisa entregar a casa em ordem e limpa. É o famoso Bond Cleaning. Existem empresas que fazem esse tipo de serviço e sabem todos os detalhes que as imobiliárias fiscalizam na hora de receber o imóvel de volta. Você também pode fazer esse serviço por conta própria mas caso algo não esteja de acordo com o que a imobiliária espera, você precisa voltar pra arrumar ou o valor será descontado do seu Bond. Se tudo correr bem, você recebe o Bond de volta em mais ou menos uma semana.

Agora que você já tem a sua casinha, é hora de contratar os serviços básicos como energia e internet, mas isso é assunto para o próximo post! 😉

Posts Recentes